Rede de Ouvidorias de Pernambuco debate sobre o Planejamento Estratégico 2021-2023

Data de Publicação: 17/05/2021

Mais de 45 integrantes da Rede de Ouvidorias Estadual estiveram reunidos na manhã da última quinta-feira, dia 13, debatendo sobre os próximos passos do Planejamento Estratégico 2021-2023. Elaborado no final do ano passado pela Ouvidoria-Geral do Estado (OGE) – vinculada à Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE) –, em parceria com as 62 unidades que compõem a Rede, o documento apresenta o modelo de identidade organizacional com base no tripé missão, visão e valores, a partir do qual foi possível estabelecer objetivos estratégicos.

Realizada de forma virtual, a reunião foi conduzida pela diretora da Ouvidoria-Geral (DOGE/SCGE), Elisa Andrade, que ressaltou a importância do encontro para alinhar os procedimentos, tendo como foco a prestação de um serviço cada vez melhor ao cidadão. “A proposta é continuar trabalhando de forma integrada e colaborativa com os ouvidores da Rede para implementar nosso planejamento estratégico”, destacou.

Elisa também enfatizou que para a implementação e execução do planejamento proposto é fundamental que os ouvidores tenham o apoio dos gestores das secretarias e órgãos do Poder Executivo estadual. Sua explanação foi em torno do alinhamento de expectativas; do senso de direção claro; do foco no que é mais importante; na conquista dos objetivos estratégicos; e na elevação da satisfação e engajamento.

De maneira interativa, Luciana Silva, gestora governamental de Controla Interno da DOGE, levou o grupo a refletir como cada ouvidoria poderá contribuir com os objetivos estratégicos definidos pela OGE, junto com a Rede, ainda no ano de 2021. Já a coordenadora da Rede de Ouvidorias, Maria Luiza Trindade, falou sobre as oficinas que estão programadas para a semana de 24 a 28 de maio.

De acordo com ela, a ideia é alinhar expectativas quanto à execução das metas; discutir as diretrizes para construção do plano de ação de cada Ouvidoria; elaborar o plano de ação, bem como o Painel de Monitoramento. Zélia Correia e Ana Luiza Trapiá, que respondem, respectivamente, pela Coordenação de Atendimento ao Cidadão e Chefia da Rede de Ouvidorias, também participaram da reunião.

IDENTIDADE – Considerado uma importante ferramenta de gestão utilizada para estabelecer metas, mobilizar ações, levantar recursos e contribuir para uma tomada de decisão mais assertiva, o planejamento apresenta como missão da OGE, garantir o direito do usuário comunicar-se com o poder público e contribuir com a melhoria da gestão pública estadual e da transparência, estimulando a participação social.

Sua visão é tornar-se, até 2023, referência como uma instituição que defende os direitos dos usuários, valoriza a participação social e propõe melhorias nos serviços públicos estaduais. Ética, imparcialidade, transparência, respeito, eficiência e empatia são os valores a serem seguidos pela OGE. Já como objetivos estratégicos da entidade, o planejamento consiste em contribuir com a melhoria da gestão pública; elevar a satisfação do usuário; fortalecer a imagem institucional da Ouvidoria; estimular a transparência e o controle social; e promover o desenvolvimento integral do ouvidor.