Ouvidoria-Geral de Pernambuco contabiliza mais de mil manifestações sobre quarentena

Data de Publicação: 26/03/2021

Desde que a quarentena para conter a proliferação da Covid-19 em Pernambuco foi oficializada pelo governador Paulo Câmara, no último dia 16, a Ouvidoria-Geral do Estado (OGE) intensificou sua estrutura de pessoal para esclarecer as dúvidas da população quanto às deliberações do Decreto Estadual nº 50.433/21. Em apenas oito dias, a OGE (vinculada à Secretaria da Controladoria-Geral do Estado) registrou 1.054 manifestações, todas elas atendidas e 95,54% delas respondidas dentro do prazo de 24 horas.

A força-tarefa da OGE segue enquanto durar o período da quarentena no Estado, estendida, atualmente, até o dia 31 de março. O atendimento ocorre das 7h às 19h, de domingo a domingo, por meio do telefone 162 (ligação gratuita de telefone fixo ou celular). As manifestações ainda podem ser registradas diretamente no site da Ouvidoria-Geral (www.ouvidoria.pe.gov.br) ou pelo e-mail (ouvidoria@ouvidoria.pe.gov.br).

A secretária da Controladoria-Geral do Estado e ouvidora-geral do Estado, Érika Lacet, explica que a ampliação do serviço, assim como o prazo de 24 horas para a resposta ao cidadão, são voltados, exclusivamente, para atender questões relacionadas à quarentena. “O funcionamento das atividades autorizadas e dos serviços essenciais e a fiscalização que será realizada pelo governo serão a nossa prioridade nesse momento. As demais manifestações seguem com o prazo normal previsto em lei, que é de 20 dias”, ressalta.