Mais de dois mil jovens beneficiados em 2019 pelo Controladoria em Ação

Data de Publicação: 17/09/2019


Mais de dois mil estudantes da rede estadual de ensino de Pernambuco participaram, em 2019, de momentos de aprendizagem e reflexão sobre a importância da cidadania como parte fundamental na construção de uma sociedade melhor. Essa marca expressiva foi alcançada nesta terça-feira, 17, com o encerramento do ciclo anual do Controladoria em Ação. Cerca de 350 alunos da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Edson Moury Fernandes, na Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes, participaram da atividade promovida pela Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE), que busca conscientizar os jovens quanto ao papel que cada um pode exercer na prevenção e combate aos diversos tipos de corrupção.

A secretária Érika Lacet participou da conclusão dos trabalhos e se mostrou entusiasmada com o resultado conquistado. “Passamos por seis escolas estaduais e sempre tivemos uma grande receptividade, tanto dos alunos quanto dos gestores, que entenderam a relevância dessa iniciativa. A aproximação entre o cidadão e a administração pública é extremamente necessária para que o governo possa entender os verdadeiros anseios da população e colocar em prática políticas mais eficientes e assertivas. Com certeza é uma atividade que vai continuar no próximo ano”, adiantou.

Além da Moury Fernandes, foram contempladas com a atividade neste ano de 2019 a EREM Professor Alfredo Freyre, no bairro de Água Fria, a EREM Professor Trajano de Mendonça, em Jardim São Paulo, a Escola Técnica Estadual (ETE) Aderico Alves de Vasconcelos, no município de Goiana, a ETE Governador Eduardo Campos, em São Lourenço da Mata, e a ETE Jurandir Bezerra Lins, em Igarassu. Elas reuniram, no total, 1.700 estudantes durante os encontros.

O Controladoria em Ação é uma iniciativa da Diretoria da Ouvidoria-Geral do Estado (Doge), mas conta com a participação e colaboração de outras áreas da controladoria, como Auditoria, Correição e Monitoramento, Avaliação e Controle. Nesta última edição, foram realizadas palestras sobre “Integridade e correição sob a perspectiva da cidadania”, ministrada por Ricardo Miranda e Karina Nunes, ambos da Diretoria de Correição e “Cidadania e combate à corrupção”, apresentada por Luciana Silva e Isis Andrade, da Doge.

Além das palestras, os alunos das unidades de ensino participaram de um ‘teste de honestidade’, no qual bombons são colocados em uma área de circulação da escola e afixado cartaz explicando que os próprios alunos poderiam pegar e pagar pelo produto, sem intermediários. Nenhum vendedor ou câmera vigiando. “O resultado nos surpreenderam positivamente. É bom saber que nossos jovens estão cada vez mais conscientes sobre como a atitude individual faz diferença na busca por um mundo melhor”, comentou a secretária.