Controladoria em Ação promove palestras na EREM Professor Alfredo Freyre

Data de Publicação: 22/05/2019


Cerca de 300 pessoas, entre alunos, professores e gestores da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Professor Alfredo Freyre, no bairro de Água Fria, Zona Norte do Recife, participaram nesta quarta-feira, dia 22, do lançamento do Controladoria em Ação. A iniciativa promovida pela Secretaria da Controladoria-Geral do Estado (SCGE) visa aproximar todos os cidadãos da administração pública estadual por meio, principalmente, da ouvidoria ativa e do fomento ao controle social.

“Nesse primeiro momento, seis escolas da rede estadual de ensino foram escolhidas para receber o projeto. Em cada uma delas promoveremos debates sobre cidadania, acesso à informação, ouvidoria, transparência pública, entre outros temas relevantes”, destacou a secretária da SCGE e ouvidora-geral do Estado, Érika Lacet. Ainda de acordo com ela, a importância da iniciativa é permitir uma aproximação entre sociedade e a secretaria, que tem a missão de promover a melhoria da gestão pública por meio de ações que impactem positivamente os cidadãos.

Na EREM Professor Alfredo Freyre, primeira escola atendida pelo projeto, os participantes ouviram atentos e interagiram com as palestras proferidas pelos servidores da SCGE. “Cidadania e combate à corrupção” e “Controle da merenda escolar terceirizada” foram os temas apresentados, respectivamente, por Luciana Silva e Isis Andrade, da Coordenadoria de Atendimento ao Cidadão, vinculada à Diretoria da Ouvidoria-Geral (DOGE/SCGE); e Karlos Aragão, chefe da Unidade de Promoção da Qualidade do Gasto da SCGE. Ao longo do dia também foram feitos registros de manifestações de ouvidoria.

A técnica da Superintendência Pedagógica da Secretaria de Educação e Esportes (SEE), Alecia Guimarães, espera que a partir do Controladoria em Ação alunos e professores se apropriem mais da questão da gestão pública e da ouvidoria. “Nossa expectativa é que eles tenham ciência de seus direitos dentro desse processo que vai aproximar a educação e a administração estadual”, ressaltou. Junto com ela na abertura do evento estava a professora Debhora Barbosa, que também integra a equipe da Superintendência Pedagógica da SEE.

Para o diretor da EREM, Diogo Correia, é de suma importância a transparência, a conscientização do uso dos recursos públicos e dos serviços públicos. De uma forma geral, segundo ele, o estudante não sabe onde procurar ajuda, qual canal denunciar um serviço público que possa não estar sendo realizado satisfatoriamente. “O cidadão pernambucano tem que ser cada vez mais consciente dos seus direitos, saber a quem cobrar e onde cobrar. E essa ponte pode ser via ouvidoria. O cidadão quer ser ouvido e se sentir parte do processo”, frisou.

“É muito importante a gente, como cidadão e aluno, saber dos nossos direitos”, destacou a estudante Thayla Natasha, 16 anos, do 2º ano do Ensino Médio. Também atento a programação, o aluno Thompson Feitosa, 17 anos, do 3º ano, enfatizou que a partir das palestras ficou ciente sobre o que é gasto na escola e como acompanhar se o dinheiro está sendo utilizado de forma correta ou se está sendo desviado.

CRONOGRAMA – Em parceria com a Secretaria Estadual de Educação e Esportes (SEE), o projeto Controladoria em Ação será levado, até o mês de setembro, para outras cinco escolas da rede, instaladas no Recife, Região Metropolitana e Zona da Mata Norte. São elas: EREM Professor Trajano de Mendonça (Jardim São Paulo/Recife), dia 04/06; ERE Aderico Alves de Vasconcelos (Centro/Goiana), dia 11/06; ETE Governador Eduardo Campos (Centro/São Lourenço da Mata), dia 08/08; ETE Jurandir Bezerra Lins (Centro/Igarassu), dia 14/08; e EREM Edson Moury Fernandes (Muribeca/Jaboatão dos Guararapes), dia 10/09.